Land Lousã


MARATONA VALE DO VOUGA BTT – Águeda by andrebela
02/10/2007, 11:26
Filed under: BTT

No passado dia 30 Setembro, 2 membros do LandLousã viajaram até Águeda para mais uma boa manhã de BTT.Uma preparação fisica descuidada, umas chuvadas monumentais mas muita vontade de chegar ao fim resultaram num percurso épico. Um verdadeiro teste ao “óme” e à máquina. Aqui fica o nosso relato:

Acordámos cedinho e constatámos que chovia, o Windguru não falha! Ou seja, a coisa seria molhada a manhã inteira! Mais uma vez, a nossa superior preparação permitia-nos estar descontraídos!Chegados á zona da prova, equipámos com calma (incluindo 5 minutos dento do carro à espera que parasse de chover!) e lá seguimos para a partida!
1000 gajos ali á espera de partir, sendo que nós que curtimos cenas difíceis, nos fomos colocar mesmo no final do pelotão! Ah e tal, eu curto fazer as provas de trás para a frente!
Como não estava chover, decido tirar o impermeável! Dá-se a partida, arrancamos lentamente, há uma primeira subida de cerca de 2 Km em asfalto, e penso: Já estou todo afanado, ainda agora começou e já estou cansado! Vai ser FEIO!
Assim que saímos do asfalto, cai uma carga de água daquelas diluvianas! Durou cerca de meia hora quando acalmou!
O terreno ficou tipo rafting/cannioning nas descidas e subidas e tipo pantanal nas rectas! O delírio, tudo estava cheio de  lama, as bikes e sobretudo os bikers, qual SPA qual quê era ver toda a gente a fazer tratamento de lama esfoliante!
Estranhamente recupero o fôlego e começamos a ganhar um andamento bom e a divertir-nos com tudo aquilo!
As poças algumas eram bem fundas, não sendo fáceis de passar, chegando a ter por muitas vezes ambos os pedais submersos!
As descidas, muito escorregadias com muita água, algumas com mais de um palmo de água a descer por ali abaixo eram um desafio nem sempre fácil de transpor, sendo que aqui tivemos a sorte de não cair, pois esticámo-nos feiamente em algumas que nao tinham tanta gente a servir de rolha (uma expressão nova que aprendi! LOL)!
As subidas, com água a escorrer por ali a baixo foram a  nossa medalha! Fomos dos poucos que as fizemos montados na bike, a esmagadora maioria do pessoal que ia connosco optou por desmontar, mas nós não! Algumas eram mesmo muito raçudas mas conseguimos e deu-nos um gozo imenso!
Estávamos a conseguir manter um ritmo bom, a divertirmo-nos, a conviver com o pessoal que ia com o nosso espírito e não íamos cansados ao suficiente para não aproveitarmos as vistas que eram fantásticas nalguns pontos!
Houve muita malta com problemas mecânicos. Malta sem travões, malta sem correntes, malta sem selim (sim, não é piada, houve um que andou mais de 10 Km sem selim!), malta sem mudanças, enfim aquilo foi um tratamento para as bikes daqueles! Da nossa parte tudo ok, sendo apenas de salientar que fiz os últimos kms sem travões atrás. O que foi pena, pois havia um single track nas margens do rio simplesmente espectacular! Fazer aquilo de gás em cima do travão da frente, foi obra! Muito domínio e uma maior dose de sorte!!
Valeu a pena, era espectacular e até nem escorregava assim tanto!!LOL
Já no final, fizemos uma paragem estratégica, para recuperar forças, onde fomos passados por muita gente! De salientar a falta de desportivismo! Ora se um gajo tá ali na boa a curtir o oxigénio, o pessoal não fazia mais do que a sua obrigação esperar por nós! Era o mínimo! Mas pronto!
Fizemos os últimos quilómetros relaxadamente, onde fomos ultrapassados por pessoal que tinha ido fazer os 80 Km! Lá está a falta de desportivismo! Afinal de contas qual é a pressa? Stresso com este pessoal que anda depressa de bicicleta! Ainda provocam algum acidente!
Chegámos ao final com um tempo espectacular de 3:44 minutos! Sendo que apenas fomos ultrapassados por 3 Atletas*!
Aqui outra falha grave! Aliás duas!
O André ganha-me por 5 segundos! Ainda aleguei que queria fotofinnish, sem sucesso!
Mas depois lembrei-me que tinha provavelmente perdido esse tempo precioso, quando troquei algumas impressões com uma septuagenária simpatiquíssima, que entre outras coisas me disse: Olhe que não é por aí, onde é que vai? Foi aqui que o André me passou! Imperdoável!

Imperdoável também o facto de não termos as nossas acompanhantes à nossa espera na meta! Demonstrando uma total falta de confiança nas nossas capacidades desportivas! Falha gravíssima!A boa disposição não nos abandonava, nem mesmo os ” lasers criogénicos ” aka duches nos tiraram essa boa disposição!

Até acabou por saber bem o banho frio, pena os jactos de água quase nos furarem a pele!

Depois a prova mais difícil! Mais de uma hora, em pé, para sermos servidos! Foi Homérico! Vá lá que depois a comida até estava boa e era em quantidade!

Estava cumprida a missão! Foi espectacular, uma estreia em grande para mim nas provas de BTT. Para o ano se puder estou lá batido!

É nesta altura que o André decide trazer para o activo uma instituição há muito enraizada na nossa sociedade, mas muitas vezes esquecida e até desprestigiada!

Estou a referir-me à bela da mantinha debaixo de uma árvore na relvinha, num sítio calmo e com boa vista!

Dirigimo-nos à lagoa da Pateira, e vai de estender a manta e ficar ali de papo pró ar! Muito bom mesmo! Relaxante, ideal para o descanso dos Guerreiros do Pedal!

 

* Malta dos 80 KM!

 

Track GPS, Aqui

 Para os mesmo malucos, o track GPS dos 80km, Aqui

 

Anúncios



%d bloggers like this: