Land Lousã


AO VASCO LIMA MEU GRANDE AMIGO by Parola Gonçalves
28/04/2008, 21:02
Filed under: LANDLOUSÃ

 

 Ao Vasquinho

É pá, deste cabo de mim e isso não se faz, Man.

Então, baza-se assim de repente Man e eu aqui destroçado a começar só agora a explodir os meus sentimentos comprimidos na raiva desta injustiça.

Porra, Man, sabes isto está a ser difícil, bwés mesmo.

É pá sexta-feira estavas todo radiante, tinhas a tua nova aquisição, um novo brinquedo, novo e disseste-me, “Parola, anda comigo ali ao Peugeot quero mostra-te uma coisa, gostas? dá 110 lts por minuto, é um Tmax de 2 cabeças”. Vamos ter ar com fartura em Marrocos, não precisas de levar o teu, Mestre.”.

“Parola, amanhã tenho prova, sábado tenho casamento do Flávio, volto no domingo e quero ir ver a casa, aquela mesmo que tu mandaste as fotos.

 

 

E agora Man, lá tenho de levar o meu charuto da Norauto?

Man, é pá então quem vai fazer a pista de obstáculos para o III END, se pensas que me meto nisso, podes ficar descansado, não percebo peva daquilo, Man, estou tramado.

E Marrocos, então tanta coisa que falamos, tanta coisa que combinamos e agora fico apeado? Não isso magoa Man, porra queres tudo para cima de mim, fosga-se nem parece teu, estavas sempre pronto e na 1ª linha e agora, mandas-me para a frente sozinho.

Já te esqueceste do que me disseste que ias fazer nas Dunas do Auberge du Sud, com a “Baixinha”? Que lhe ias pôr o Defender nas mãos para a rapariga curtir.

Vasquinho, é isso, Vasquinho com a Rosa Maria te chamava com a um filho, andavas radiante a sonhar com a casa nova na Lousã, estavas ansioso para lá ir com a “Baixinha”, a tua “gaja”, como lhe chamavas com amor.

 Porra, Man, ainda te lembras de sábado a tarde, quando na cama 24, dizias, “Parola, falta um GPS e um telemóvel”, vê se os encontras.

É pá nem me deste tempo para te dizer que o telemóvel já apareceu, mas também não disseste tudo, Man e podias ter dito, somos amigos, Man, bem podias ter dito que o famoso telemóvel era das mensagens de amor para a tua “mulher”, é pá, só te digo a gaja ficou radiante, leu e releu tudo, algumas leu alto para eu e a Rosa ouvir-mos. Ouve lá aquilo escreve-se “ Oh gaja que fazes levantada às 5 da manhã”, porra Man aquilo era amor, disse-te muitas vezes, ou eu não fosse um Padrinho aprumado.

Vasquinho, ouve lá esta só para nós, sim porque aqui ninguém nos ouve, “ a tua Baixinha, aguentou, forte e de que maneira, não negou fogo, sempre aí ao pé de ti, sempre a cuidar de ti e tu não lhe deste bola, nem lhe respondeste, Man, eu sei estavas a pensar noutra coisa, no teu Defender para Marrocos.

Man, tenho tanto para te escrever, espera está aqui o Agosto 2, ou Tomás, ou Agostinho ao telemóvel, o “meu” quer conversa, quer meter uma cunha para ir ao nosso III END, com o JocaLR, com o Fasp e com o Sá, querem trabalhar na pista, trabalhar dizem eles, lembras-te que no ano passado tanta lábia e nada, o Agosto 2 até exigiu quarto e nós na tenda.

Vasquinho lembras-te do outro armado em empata, que montou a tenda em cima da tua, eheheheh, e tu todo fulo, loloolol, o que é que ele quereria ouvir não sei, se calhar o teu ressonar, ehehehehh.

É pá, o que é que te deu para que ontem dia 27, por volta das 21.30 horas te pirasses, o que foi isso Man, nem xau nem nada, teve que ser o Rito a dizer-me,  aquilo que não queríamos ouvir, isso não se faz aos amigos meu, foi cá uma pancada, Man, porra engoli em seco, foi brutal, estávamos todos a fazer um força enorme a puxar por ti, é verdade, Vasco,  montes deles que vieram do Porto e de Lisboa, mas bazaste na mesma nem parece teu. E Rates como vai ser Rates sem ti, sem a tua companhia, Man, lembras-te dos passeios ao sábado de manhã, com as cartas militares da zona, era curtido, não era e agora? Vou com quem? Fosga-se Man, vai ser duro, mas lá estarei.

Sabes, o pior é que tu me obrigaste a falar com a Lucinda, pá se soubesses como foi duro falar com a Lucinda, faltaram as palavras, porra Man, eu não merecia isso, podias ter esperado, Man.

E hoje, Vasco pior ainda, aquela de ir aquela casa fria, ver-te, foi do caraças, Man, aí é que bateu mesmo fundo e eu armado em herói quando cheguei ao pé da “Baixinha”, estava pronto a rebentar mas nada Man, reagi a Vasco Lima, teso, nada de mostrar fraqueza, mesmo a cambalear, com um sopro caía ko.

Vasco Joel Correia de Lima não consigo, Man, não consigo, mesmo, escrever mais porque as minhas lágrimas só agora rebentaram e estou em choro compulsivo, Man, achas lindo esta coisa, de certeza que não e eu sei disso.

Até sempre Vasco Lima, “Xanoc”.

Olha por nós. Orienta-nos nas nossas trialeiras da vida.

Do teu sempre amigo Parola Gonçalves.

 

 

 

PS: Texto não editado.

Anúncios

23 comentários

Que grande aperto me vai na alma…

Comentar por Filipe Ferreira

Filipe é isso mesmo.
O Vasco tem de ser um exemplo para nós e ele era muito teu amigo e eu sei disso.
Falava de ti bwés de vezes sempre na boa, sempre com a alma grande à Vasco.

Comentar por Tuaregueserrano

É difícil escrever numa hora destas, eu não conhecia o Vasco apenas estive com ele no mês de Março num passeio em Celorico da Beira, onde o Vasco também esteve presente, ouvi muitas vezes o MESTRE Parola como vocês lhe chamam e o Pedro Neto falarem do Vasco, pois o MESTRE ficava todo inchado, quando a sua equipa do LandLousa sacava uns lugares á maneira nas provas, pois infelizmente soube á 3 meses o que é perder alguém que nos é muito querido e é difícil ficar indiferente ao que aconteceu com o Vasco, pois como já referi não conhecia o Vasco, mas fiquei muito triste ao saber que a vida foi mais uma vez injusta para alguém que ainda tinha uma vida inteira pela frente e muita pedra para partir……
Vasco descansa em Paz e de uma coisa te posso garantir, o teu MESTRE nunca deixará que ninguém te esqueça…….

Comentar por Tope

Mestre Parola,
tu és incansavel em tudo e mais alguma coisa, consegues provocar em nós as mais variadas emoções, desde lágrimas de alegria a lágrimas de tristeza e saudade…
Tomei conhecimento de tudo o sucedido através das tuas palavras, desde o acidente à mais triste noticia que alguma vez me deste…esta ultima já depois de ter vindo passar a revista matinal pela tua pagina, na espectativa de tomar conhecimento da evolução positiva que se esperava desde a ultima vez que haviamos falado…sinceramente, jamais me passou pela ideia que aquela recuperação que falavas aparentemente fácil se tornasse nesta dor comum da perda do Vasco…
Meu amigo, para ti e para a Rosa as maiores palavras de reconhecimento por tudo, um abraço do tamanho do mundo, tu és unico…incansável, seja nos momentos de alegria, seja nos mais dificeis que se possam imaginar…
Obrigado por tudo Mestre Parola…nada de perder a força…o Vasco vai estar de olho na malta…sobretudo na Sofia…para ela, tudo de bom, estamos todos contigo…

Comentar por Luis Silva

Por muito que pense, não me consigo conformar com tudo isto. A tristeza de perder um amigo.

Comentar por keep

olá
sou de perto da lousã e era este fds que ia conhecer o tão famoso navegador da LR que falavam no lousacamp… estava a chegar ao aerodromo na minha jiposa mais um grupo de amigos qd saiem dois jipes para o mato a dizer que houve uma colisão com dois jipes participantes mas que não tinha sido nada de grave.. mais à noitinha um outro participante veio a dizer que tinha sido o piloto e navegador que era da lousã que tinha vindo por uma ravina ao reboliço e que estava para ser operado o navedor pois o piloto estava apenas com ferimentos graves, mas mais nd soube porque diziam que estava tudo a correr bem..
qual o meu espanto qd ontem ao ver o forum patrol aventura me deparo com o sucedido… o navegador vasco lima faleceu… triste fiquei pq n o cheguei a conhecer como era vontade minha, mas tb não sei o verdadeiro motivo que o levou a falecer… sei que era novo mais nd… é pena e desejo os meus sinceros pesames a todos os amigos e familia e pelo que deu para entender à sua namorada.
abraços patroleiros

Comentar por Sofia

Leio e releio posts relacionados com o sucedido… quase como se andasse à procura de uma boa noticia no meio de tanta tristeza.
Os posts repetem-se pelos diversos sites da internet. Não dá para acreditar no que aconteceu. Ainda não consegui interiorizar a perda, mesmo sabendo que não tem volta. Recebo sms de tudo o que é amigos em comum (meus e do Vasco) a dizer que estão solidários com a perda do nosso amigo. Os meus pais vivem a situação de forma intensa, pois tiveram oportunidade de inúmeras vezes receber o Vasco em casa… era um dos nossos. Estão chocados. Curiosamente, eu e o Vasco já tinhamos passado pela perda de um amigo nosso, no final do ano de 2005. Nestas situações o Vasco era muito firme. Começava por um sentimento de revolta, sentia a perda, respeitava a ausencia e recordava o Licinio com a alegria e simplicidade que lhe era característica. Eramos os 3 companheiros das manhãs de moto pela Serra da Santa Justa… infelizmente já só cá estou eu. Recordo-os com saudade dos bons momentos que passamos juntos, pela habitual presença nas boas e más alturas, pela amizade e pelo carinho que sinto por eles.
Vasco, durante anos foste um amigo do peito… daqueles por quem tiro a camisa seja qual for a situação. Onde quer que estejas, olha por nós. Faz com que o teu espírito amigo, bondoso e aventureiro esteja sempre ente nós. De uma coisa podes estar certo: NEM EU NEM NINGUÉM TE VAMOS ESQUECER, POIS O TEU LUGAR NINGUÉM OCUPA.

Comentar por keep

Vasco nunca Te esqueceremos! O teu sorriso ficou gravado na minha memória… Descansa em Paz, até um dia…

Comentar por Veterano

É impossivel arranjar palavras que descrevam o que sinto….nao tive conhecimento do acidente pois estava fora do país e sem acesso À net….
Li num post uma mensagem que dizia ” Vasco gostava de ser como tu” e acho que é essa a unica frase que recorrentemente me vem à cabeça, Ele e a Sofia formavam uma dupla que admirava e respeitava….
Por vários motivos decidi cancelar a minha ida a Marrocos, mas depois desta noticia acho que não seria capaz de lá voltar…sem o NOSSO mecânico….e Amigo de serviço….
Lembro-me de conversar com ele a duas semanas sobre isso….acerca da minha preocupaçao caso houvesse algum problema mecânico pois o Pedro Bastos desta vez não iria estar presente….de imediato me responde ” Não está o Pedro, mas estou eu…” e isso descansou-me…..

Fiz esta viagem de sonho com algumas pessoas que admiro , entre elas o Xanax….., assim vou recordar este Amigo…..que me acompanhou na nossa grande aventura por terras magrebes…..

Até sempre Vasco…..num futuro mais ou menos próximo de certo nos vamos encontrar….quando eu atascar em alguma duna desta nossa vida atribulada, tenho a certeza que tu vais lá estar com o guincho à mão para me sacar do aperto….

Parola, Rosa…. não sei que vos diga , sei que para vcs o Vasco era como um filho….e quando perdemos um filho nada que se diga ou faça tem força suficiente para minimizar a dor que nos consome…..que nos consome tempo em demasia….
Força …. e qualquer coisa que precisem estou à vossa disposiçao.

Comentar por Luis Costa

Infelizmente, foi-se.

😦

Do pouco contacto que tive com o Vasco, fiquei com a ideia de ser um rapaz bem educado… um dos “bons”.

O que me deixa a pensar… se isto acontece aos “bons”…

Amigos, tenham força.

Gritem, se tiver de ser. Não deixem o berro entalado na garganta.

A vida é mesmo assim. Infelizmente.

Até sempre, Vasco.
Obrigado por teres sido amigo dos meus pais (e de tanta outra gente).

– Rui

Comentar por Rui

Não consigo escrever nada.
Eu que sou o gajo que tem sempre conversa para tudo, desta vez não.
Para mim a foto do Vasco em cima da rampa de acesso à pista de obstáculos do II END (para mim será sempre a pista Vasco Lima)diz tudo.
Perguntei-lhe: Opá, tu achas que eu faço a pista?
Respondeu-me: Fazes, que eu vou á tua frente e levo-te, mas deixa-me só ir ali buscar uma fresquinha que estou cheio de sede.
Essa foto diz tudo.
Obrigado VASCO LIMA.

Parola, estamos contigo mesmo quando pensares que não estamos.

João Pedro

Comentar por JoãoPedro

“VOU SEMPRE. MESMO QUE NÃO VOLTE”.
Foi………. e ainda não voltou……..

Comentar por Tuaregueserrano

nestes ultimos dias tem sido um fervilhar de recordações que me é dificil colocar uma ordem pois foram tantos os bons momentos que passamos nestes 5 anos que o conheci…

Recordo o dia que o conheci, ia o miranda comigo pois o seu disco 200 nao passou de Gaia… iamos a caminho da lousã, como sempre, quando passamos o rio douro – destino Lousã…. e eu pergunto ao miranda que ero o gajo com estilo de menina que ia com o Frazão… é aquele gajo novo que se inscreveu a pouco no forum, o Xanoc, dis ele… UI Ui que nome, acho que XANAX fica melhor, e assim o batizei até aos dias de hoje… a partir desse dia foram muitos e muitos dias de amizade…

Foi ele o grande impulsionador de oferecermos a capota ao Mestre…. andava doido pois nao conseguia sacar o def ao mestre e eu disse-lhe – pá, levamos nós a capota a monta-se lá !!!! e assim foi….

As tão famosas noitadas a gamar rodas aos amigos…perdi o meu braço direito em tao famosos assaltos onde ele acabou tambem por ser uma das vitimas na serra da estrela onde ficou logo sem duas…quando soube do acidente, a susa disse que ainda lhe queria sacar mais vezes as rodas…o choro de ambos interronpeu as palavras…vais der de esperar um pouco Vasco pois iremos nos encontrar… e levo varios jogos de porcas de segurança…

recordo o dia do meu casamento em que ele ficou ate quase de manha na companhia do pessoal a espera que eu sai-se da quinta para nos seguir…

Recordo os encontros em vila verde, a limpeza do tanque, as tainadas, as minis…

Bem sabemos que tu se pudesses dizias para nao chorarmos, para seguirmos em frente… esta a ser dificil, mas iremos fazer isso que seria o que tu querias… juro….

um forte abraço Xanax…

Comentar por CarlosOliveira

“Amigo é aquela pessoa que o tempo não apaga,
que a distância não esquece,
que a morte não destrói.

É um sentimento que vem de longe,
que ganha lugar no nosso coração
e não substitui-mos por nada.

É alguém que sentimos presente,
mesmo quando está longe…
Que vem para o nosso lado quando estamos sozinhos
e nunca nega um sentimento sincero.

Ser amigo não é coisa de um dia,
são actos, palavras e atitudes
que se solidificam no tempo
e não se apagam mais.
Que ficam para sempre como tudo que é feito
com o coração aberto.”

É com esse sorriso que te vamos relembrar sempre, levaste uma parte de nós contigo, mas ficará sempre uma parte de ti em nós.

Glória e Pedro Fidalgo

Comentar por Campesita

Já li e reli todos os comentários…já fiz uma série de tentativas para escrever algo…e não sai nada…não está fácil de acordar deste torpor….desta tristeza profunda que está apenas no começo…dias piores virão,mas com esses virão também dias mt melhores,pois só com alegria ele aceitará k o lembremos. Porque ele era a alegria em forma de gente…trazia sempre nos lábios esse sorriso rasgado,quando chegava era como se tivesse chegado uma multidão porque ele preenchia todos os vazios.
Nunca me esquecerei daquela manhã em que brincavas nas dunas do deserto (enquanto o resto da malta tentava desatascar um ou outro k tentou a sua sorte e n teve o teu QDU) com esse sorriso de menino e com a tua Sofia ao lado, de pézinhos à janela(depois da noite terrivel k passára)…e o mestre olhava-te com um ar de “pai” babado…e dizia “aquilo é que é…”.
Obrigada por tudo Vasco.
Sofia,estamos cá para tudo…estamos sempre contigo!
Mestre…Rosa…obrigada por existirem…obrigada por serem os seres humanos maravilhosos k são.
A todos…obrigada pelas lições de vida que nos deram, k nos dão e k ainda nos irão dar!

Carina

Comentar por Carina Valadas

Ainda não engoli…..
Ainda julgo que é um pesadelo e vou acordar daqui a pouco….

É duro, é triste….

Sofia, Victor…. sempre que precisarem estaremos sempre ao vosso lado.

Padrinho, aguenta-te firme agora, e já sabes…

Até um dia!

Comentar por Carlos Vieira

Tudo onde ele posou as rodas deixou as suas marcas, é uma grande amigo sempre pronto para o que der e vier. Sim, com ele estavamos em segurança pois ajudava todo o pessoal e não tinhamos medo de nada, pois nao ha crise esta ai o Vasco…

Ja tenho saudades tuas…

Comentar por Eiffel

Tem-me faltado a coragem para escrever, aqui, que é a nossa segunda família…
Recordo quando te interregovas sobre a razão de pessoas que mal conhecias te ligarem para tirar dúvidas, a pedir conselhos para os seus LR…
Tu eras assim, sempre pronto, incapaz de dizer não, sempre lá quando algum problema surgia.
E por isso, mas sobretudo por seres uma pessoa fantástica granjeaste imensos amigos. Amigos que disseram presente, que estiveram contigo quando precisaste e que me estão a ajudar a superar a dor da tua ausência, dos sonhos desfeitos, dos projectos inacabados… A nossa casa na Lousã ia ser fantástica, com espaço para os carros todos, para os amigos e com o monte ali ao pé…
Sonhavas com tanta coisa para o “nosso menino”, para ele ficar “como eu quero”, alegra-me saber que realizaste um dos teus maiores sonhos: teres um Defender, e sei que contribui para realizares esse sonho. Foi ele que nos uniu, e a nossa história não se pode dissociar do Defender. Brincavamso tanto com isso! E o baile que levaste dos amigos? Mas nós sabemos que valeu a pena… fomos felizes, só Deus sabe o quanto. Eu vou cuidar do “nosso menino”, prometo-te.
Desculpa estar triste, eu sei que tu não gostavas de me ver triste, é só o meu egoísmo a falar, queria ter-te aqui… Mas eu sei, eu sinto que estás a olhar por mim, que continuas a tomar conta de mim e eu não te vou desiludir.

Comentar por Ana Sofia Lima

Maninho es a pessoa + pura que eu conheci em todos os meus 23 anos de vida, esse teu sorriso vai ficar para sempre nas nossas memorias…. Um grande xi para ti e ate sempre Xanoc. Man nunca me vou esquecer daquela tua frase quando eu estava a subir aquele grande penedo molhado no puros e duros, “EI DRÉ NAO TE CABE UM FEIJAO NESSE CU”… e acredita que nao cabia, fogo pah… As saudades ja apertam… Grande xi coracao para ti

Comentar por Dré

Vasco, lá se foram os nossos cafezinhos aqui na loja, quase todos os dias…Já nem era preciso dizer nada, chegavas e ja sabias o sitio…era como um ritual diario ou semanal, falavamos falavamos, quase smp de LR, este assunto que foi o que nos uniu em 2004, no almoço de Natal do FLR, onde foste uma companhia cinco estrelas, e onde reinou smp a boa disposição…
Durante estes anos todos foste um amigo sempre presente, com quem eu sabia que pudia contar, se precisasse de algo lá estavas tu a dar uma força, a dar uma mão, sempre a puxar por mim…
Nunca mais me vou esquecer as tuas palavras quando eu queria vender o defender…”tu queres vender mas nao tens coragem” e é bem verdade, se ainda não o vendi foi em parte por tua causa, porque era o eterno companheiro dos passeios, dos fins de semana no monte…como aquele fim de semana em ALge em que acabamos o sabado a noite na guerra da água, nunca me vou esquecer disso e como um gajo se ria..o teu e o meu jantar de aniversario em 2007, grandes partidas que pregamos um ao outro…a ginastica que fizeste para me conseguires levar para o restaurante…Quando compraste o defender à sofia, vieste logo mostrar-me, com um sorriso de orelha a orelha, e a dizer, consegui finalmente ter um defender, e começaste logo com os projectos, tenho de fazer isto, aquilo, tem de ser assim , etc..à ganda maluco, sempre a magicar coisas novas para o teu sonho…
Tive o privilégio de fazer os puros e duros ctg, após mt insistencia tua, porque ultimamente a minha vontade de andar no monte era nenhuma, e apesar de eu estar como estava, gozei bastante o dia, TT como eu e tu gostamos, lento mas trabalhoso, espectaculo, como tu gostaste de fazer aquelas valas da parte da tarde..”isto da-me um gozo enorme” como tu proprio disseste…

Foram tantos os momentos que nao parava de escrever…

Uma coisa é certa, partiste à muito pouco tempo e a saudade ja aperta, ainda hoje dei por mim a olhar para a porta da loja e a pensar, aquele gajo nunca mais vai entrar por ali…deu-me um nó que nem imaginas, senti uma aperto sem igual…se à pessoa que marcou a minha vida pela positiva foste tu puto…

Nós um dia destes vamos encontrar-nos novamente, não te preocupes que levo o café, e pomos as noticias e novidades em dia…

Até qualquer dia puto…e ve se vais dando noticias…

Comentar por Pedro Frazao

Olá a todos.

Tal como vocês estou a ter imensa dificuldade em me despedir do Vasco. Continuo ainda incrédulo, e muitas vezes dou comigo a pensar que isto é apenas um pesadelo. Sinto-me perdido por entre uma sucessão de pensamentos que invadem e percorrem as minhas recordações.

O Vasco cruzou-se comigo há cerca de uma dezena de anos atrás, pela via profissional, e a empatia entre ambos foi tal, que acabamos logo por nos tornar grandes e bons amigos.

Juntos partilhamos alegrias, vitórias, sucessos, tristezas e muitos, muitos sonhos…

Confesso não ser um grande aficcionado do todo terreno, e por isso actualmente não estava tantas vezes com o Vasco como gostaria, pois sei que ele sempre que podia estava de corpo e alma nessas lídes.

Ainda assim foram muitas as nossas aventuras…

O nosso ultimo grande desafio profissional, foi elaborar um manual de formação do aplicativo informático em que trabalhamos (GEPAVER). Foi um grande sucesso, e sei que muito, graças á elevada capacidade profissional do Vasco, sim porque o Vasco Lima foi um dos grandes e bons profissionais que tive o privilegio de conhecer, trabalhar e sobretudo aprender!

Por tudo isto, o Vasco permanecerá para sempre no meu coração, e sei que onde ele estiver sabe e sentirá isso. Nunca esquecerei que em momentos menos bons da minha vida ele disse sempre presente, e espero sinceramente poder pensar que ele sempre sentiu que lhe correspondi inteiramente à amizade que me ofereceu.

Embora saiba que a hora é difícil, continuem a lutar pelos vossos sonhos e a fazer aquilo que gostam. Era assim que o vasco agia, e sei que seria essa a sua vontade.

Quem sabe quando no interior da montanha ou no meio do deserto, ao sentirmos uma agradável brisa, seja o Vasco a dizer-nos Olá…

Até lá meu grande e bom amigo,

Joaquim António

Comentar por Joaquim António

Todas e quais queres palavras, actos ou até simples gestos não mudam o que possamos sofrer com a perda de alguém que nos é querido, mas de uma certa forma ajudam a atenuar a dor.

Depois de ler o que aqui está escrito em relação ao VASCO, acreditem que vieram-me as lágrimas aos olhos especialmente quando li o que a namorada SOFIA LIMA escreveu…
Aquelas palavras são simplesmente de AMOR.
És um SORTUDO VASCO

E pelo que li tb te quero dar os parabens por seres a maginifica pessoa que me deram a entender no que escreveram.(Sim é verdade nunca tive o prazer de te cunhecer nem quando tinha o LRSERIE III e nem mesmo por ser de VILA NOVA DO CEIRA)

VASCO aquele abraço e secalhar do outro lado um dia a gente encontra-se se me vires de TOYland(como diz uma amigo meu) faz-me sinal de luzes e pára para bebermos uma MINI e tenta convencer-me a virar novamente para a LR especialmente para o DEFENDER.

UM GRANDE ABRAÇO A TODOS OS FAMILIARES E AMIGOS DO VASCO

Comentar por Barata

Mesmo tendo assistido a parte do LousãCamp não me tinha apercebido deste acidente e como logo depois fui de férias para um local sem internet, só hoje me deparei com o sucedido…
Só me cruzei com o Vasco no recente passeio em Celorico, mas lendo estes vossos relatos é impossível não partilhar um pouco da vossa dor e recordar a pessoa com ar feliz que eu conheci, ainda que por breves momentos.
Há momentos em que ficamos sem palavras e este é um deles… Um forte abraço a todos aqueles que mais de perto privavam com ele e que tenham muita força para prosseguir tal como ele quereria que prosseguissem!

Comentar por Artur Ferrão




Os comentários estão fechados.