Land Lousã


Como adicionar trajectos (tracks) e pontos de passagem (waypoints) a um mapa e convertê-los em caminhos e Pontos de Interesse (POIs) by joaocarloscardoso
14/09/2009, 22:48
Filed under: CARTOGRAFIA, LANDLOUSÃ, MAPSOURCE

Sucede por vezes que possuímos trajectos (tracks) ou pontos de interesse (waypoints) que recolhemos em viagens e que gostaríamos de os adicionar a um mapa em construção, enriquecendo-o assim em detalhe, seja através de novos trilhos ou de pontos de interesse a indexar. Para os podermos ter disponíveis no mapa necessitamos de dois programas:

Através da ferramenta GPSMapEdit o utilizador pode não apenas criar mapas como editar e enriquecer mapas existentes através de interfaces gráficas. Os dados são preferencialmente geridos e armazenados no formato polaco ou PFM (extensão .mp). Posteriormente poderão ser compilados através do programa cGPSmapper. O resultado final é disponibilizado através de um ficheiro de extensão .img.

Adicionar Trajectos

A primeira tarefa passa por abrir o mapa que pretendemos trabalhar (pode ser um mapa ainda em construção e armazenado apenas num ficheiro PFM, ou um mapa já compilado e no formato .img)através da ferramenta GPSMapEdit.

De seguida abrimos o ficheiro com os trajectos e os pontos de interesse através do comando “Add…” que se encontra no menu “File”. São suportados os formatos .gdb (Garmin Mapsource) como .gpx (GPX XML).

 

 add01

 

É importante ter em conta que quando queremos adicionar trajectos a um mapa devemos utilizar o “Active Track” que é criado pelo receptor GPS e não um “saved track”, dado que o primeiro possui mais detalhe (isto é, mais pontos armazenados).

Os trajectos são agora visíveis. O utilizador só tem que seleccionar os que lhe interessam e, através do menu contextual que aparece uma vez premido o botão direito do rato, invocar os comandos “Convert To” e “Polyline”.

add04

Depois, há que seleccionar os níveis de ampliação em que se pretende ter o objecto visível (os níveis de ampliação do mapa podem ser vistos na caixa de diálogo “Map Properties”, separador “Levels”, acessível a partir do menu “File”). Por omissão vem sempre o nível mais elevado marcado.

add05

 E, finalmente, definir o tipo/aspecto gráfico que lhe fica associado: 

add06

Adicionar Pontos de Passagem

As tarefas são em tudo idênticas àquelas atrás descritas para os trajectos.

Uma vez adicionado o ficheiro com os pontos de interesse e que se pode encontrar no formato .gdb (Garmin Mapsource) como .gpx (GPX XML), o utilizador só tem que seleccionar um a um os que pretende converter como POIs, invocando os comandos “Convert To” e “Point”.

add07

Depois, há que definir o tipo/aspecto gráfico que lhe ficam associados.

Uma vez terminada a conversão dos trajectos e pontos de passagem em objectos do mapa (respectivamente linhas e pontos), podemos desligar (detach) os ficheiros de dados .gdb ou .gpx do mapa. Todos os trajectos e pontos de passagem não convertidos serão removidos.

Tal operação pode ser realizada a através da caixa de diálogo “Attachments” e disponibilizada ao utilizador através do comando “Attachments”,localizado no menu “View”.

add08

Independentemente do formato do mapa que se está a utilizar, aquele tem que ser guardado sempre no formato PFM (extensão .mp) e o nome deverá conter 8 dígitos. Se se pretender a seguir controlar o aspecto final do mesmo num programa como o MapSource ou até carregá-lo no receptor GPS da Garmin tem então que ser compilado, de modo a se obter um ficheiro .img. Esta tarefa pode ser feita no interior da própria ferramenta GPSMapEdit, através do comando “Garmin IMG/cgpsmapper.exe”, localizado no menu “File”. Apenas tem que se ter o cuidado de indicar a localização correcta do programa cgpsmapper.exe.

Carregado o mapa no MapSource (ver https://landlousa.wordpress.com/2009/08/07/como-carregar-ficheiros-img-no-mapsource/), o aspecto final dos novos objectos é o seguinte:

add10

add11

Anúncios

2 comentários

Boas.
Estamos no bom caminho para o workshop.
Inté.

Comentar por Parola Gonçalves

Mais uma vez… Land Lousã na linha da frente
mto bommmm

Comentar por Luis Vidal




Os comentários estão fechados.