Land Lousã


IV ANIVERSÁRIO DA LANDLOUSÃ by Parola Gonçalves
23/11/2010, 23:47
Filed under: LANDLOUSÃ

No dia 24 de Novembro de 2006, às 16 Horas e 27 Minutos, foi colocado o primeiro “post”, na sequência de uma página pessoal, com o intuito de partilhar conhecimentos, histórias, trajectos e vivências.

Hoje, a LandLousã, para além de um espaço de “partilha”, é também um dos principais divulgadores da Serra da Lousã e das suas potencialidades, procurando dar a conhecer as suas belezas naturais, a sua fauna e flora.

Todos os dias, temos uma palavra de alento, todos os dias temos questões para responder, todos os dias somos confrontados com dúvidas e pedidos de ajuda, sobre as nossas experiências, expedições ou workshops.

São estas coisas todas que nos fazem continuar, estudar, partilhar e sobretudo fazer amigos, muitos espalhados por esse mundo fora.

A nossa postura, deu-nos credibilidade e respeito e será assim que iremos continuar, porque não sabemos estar de outro modo.

Fomos visitados por muitos, mais de 360 500, o que nos alegra e nos faz empenhar cada vez mais.

Obrigado a TODOS.

Parola Gonçalves

Anúncios


GRANDE TRAVESSIA – DA LOUSÃ À EMBALSE DE ALCÁNTARA (2) by Parola Gonçalves
22/11/2010, 19:27
Filed under: PASSEIOS E AFINS

Boas.

Pois é, nos dias 6,7 e 8 de Dezembro, o Paulo Bré e o Parola Gonçalves, vão fazer em Autonomia Total o reconhecimento do percuro, que se estima ter cerca de 300 kms da Lousã a Embalse de Alcántara, na Extremadura Espanhola.

Vamos procurar, que o percurso, se desenrole sempre, ou quase sempre em caminhos, pistas ou trilhos em terra, bem como escolher “bivouacs” com as condições mínimas para os acampamentos.

Poderá haver uma alternativa de regresso à Lousã, em terra com alguns troços em asfalto, com pontos de “rotura” para quem seguir depois para o sul ou para o norte.

Vamos fazer o reconhecimento em Autonomia Total, pelo que iremos abastecidos de casa, já que quereemos proporcionar aos nossos sócios uma aventura completa e a melhor ligação ao ambiente e a natureza, de acordo com a experiência vivida na Travessia de Lousã a Valle da Venta.

Já temos um projecto de percurso, desenhado sobre cartas militares e com recurso aos mapas do Topo Lusitânia, versão V088. Com este projecto vai ser possível “buscar” as melhores paisagens e locais.

Data prevista para a Travessia: Janeiro/Fevereiro de 2011

Esperem para ver.

Inté

Comentários Desativados em GRANDE TRAVESSIA – DA LOUSÃ À EMBALSE DE ALCÁNTARA (2)


Bit Map: Navegação 4×4 em iPhone ou iPad (Parte III – operações básicas) by joaocarloscardoso
19/11/2010, 17:33
Filed under: CARTOGRAFIA, LANDLOUSÃ, OZIEXPLORER/COMPEGPS

O Bit Map é um programa que utiliza imagens em formato digital (tipo raster) como mapas, permitindo a navegação, a visualização de dados do GPS, a criação de rotas e pontos de passagem (waypoints).

Neste último artigo iremos precisamente explorar operações sobre mapas, rotas e pontos de passagem (waypoints).

Mapas.

O Bit Map tem um interface muito simples e é quase todo ele ocupado pela área dedicada à visualização e manipulação do mapa. No topo e na base da janela encontram-se duas barras de ferramentas, cujos elementos permitem ao utilizador gerir as propriedades do mapa a visualizar.

Aquelas barras desaparecem ao fim de 5 segundos de modo a que o mapa ocupe todo o ecrã do dispositivo iOS. Para voltarem a aparecer basta tocar no ecrã.

Ao nível dos mapas é possível realizar as seguintes operações:

  • Deslocação no mapa;
  • Ampliação do mapa;
  • Deslocação entre mapas;
  • Obter a posição em tempo real sobre o mapa.

 

É possível ao utilizador deslocar-se pelo mapa. Basta tocar o ecrã e, mantendo-o pressionado, arrastar a imagem de modo a posicionar-se na área do mapa pretendida.

A ampliação do mapa pode ser obtida directamente através de acções de “pinching” ou “beliscão”, próprias do iOS. O duplo toque com um dedo amplia para o dobro (2x) e com dois dedos reduz para metade. Se o utilizador tocar três vezes no ecrã o mapa volta à escala por omissão.

Caso o utilizador proceda a uma ampliação do mapa superior a 4x, o Bit Map inicia automaticamente a procura de mapa mais detalhado para a área visualizada. No entanto, o utilizador dispõe sempre da possibilidade de controlar tal deslocação entre mapas armazenados no dispositivo iOS. Esta é a função dos botões da barra de ferramentas que ocupa o topo do ecrã:

Permitem ao utilizador deslocar-se para o mapa seguinte ou anterior

Activam a procura de um mapa mais ou menos detalhado para a área visualizada.

Adicionalmente, é possível seleccionar o mapa a visualizar através do gestor de mapas.

O Bit Map permite ainda identificar a posição em movimento, sobre um mapa. Esta opção é de importância especial porque permite que, quando o utilizador navega ligado ao GPS, possa ter em tempo real a posição do nosso 4×4 sobre o mapa ou carta militar.

A localização corrente é dada através do seguinte símbolo:

A função de marcação da posição em movimento, sobre um mapa, é activada e desactivada na barra de ferramentas que ocupa a base da janela. Mais especificamente pelo seguinte botão:

 Uma vez activa a função:

  • A posição actual ocupa o centro do ecrã e o mapa desloca-se automaticamente;
  • É pesquisado um novo mapa sempre que  a posição se mover para o limite do mapa corrente e em visualização;
  • A entrada em modo de suspensão é desligada (caso o dispositivo esteja ligado a uma fonte externa de alimentação.

 

Pontos de passagem (waypoints) e rotas.

O Bit Map permite criar pontos de passagem (locais de interesse registados e armazenadas no dispostivo). Estes podem ser organizados como rotas (sequência de pontos de passagem intermédios que conduzem a um destino).

Assim, se a rota é armazenada como um conjunto de pontos de passagem, a rota activa designa a rota em que será adicionado um novo ponto de passagem. No Bit Map a rota activa assume o “papel” que noutros sistemas, como o OziExplorer, tem o “track log”: o armazenamento automático (ou log) dos pontos de localização fornecidos pelo receptor GPS à medida que o utilizador se desloca.

É possível criar rapidamente um ponto de passagem, utilizando para tal a barra de ferramentas que ocupa a base do ecrã.

Premindo o botão com a forma de um pionés é capturada a localização corrente. O ponto de passagem é adicionado à rota activa e as suas propriedades podem ser editadas na janela que entretanto surge ao utilizador. É popossívelde preencher o nome e a descrição do ponto,mas também editar manualmente as coordenadas.

O ponto de passagem aparece no mapa como uma mira, complementado pelo nome.

Através do botão com a forma de três pioneses é possível activar/desactivar a função de armazenamento automático (log) dos pontos de localização fornecidos pelo receptor GPS à medida que o utilizador se desloca. O tempo e a distância máxima que deverão existir até um ponto ser armazenado são especificados na janela relativa às definições.

Gerir rotas

A partir do botão “•••” que se encontra no topo da barra de ferramentas o utilizador tem acesso à barra de definições, gestão de mapas e rotas. Tocando no botão “Routes”, é aberto o gestor de rotas, onde aparecem listadas as rotas armazenadas no Bit Map.

A designação daquela que é a rota activa ocupa o cabeçalho da lista. Para além disso é listado com um fundo cinza e as letras a amarelo, cor que, de resto, é utilizada para representar os pontos que a compõem no mapa.

As rotas visíveis têm como cor de fundo a cor que é utilizada para representar os pontos no mapa. Rotas não visíveis no mapa são listadas com um fundo de cor branca.

Para seleccionar uma rota como a rota activa basta tocar no botão “>” localizado próximo do nome da rota e, ao nível da janela de propriedades da rota tocar, primeiro, no botão “Activate” e depois, de modo a confirmar a acção, em “Done”.

O controlo da visualização da rota no mapa é também intuitivo. Basta tocar na mesma para que o estado de visualização se altere: aquela ficará sucessivamente com um fundo branco (invisível) ou colorido (visível).

No topo do gestor de rotas está localizada uma barra de ferramentas que permite ao utilizador:

Bloquear a edição das rotas;

Criar uma nova rota;

Enviar as rotas (formato .KML) por email;

A importação e instalação de novas rotas tem um processo idêntico ao descrito para os mapas.

 

Pesquisar pontos de passagem e rotas

Através do botão com a forma de lupa, localizado na barra de ferramentas do mapa é possível pesquisar pontos de passagem e rotas pelo nome. O resultado pode depois ser exibido no mapa.

Definições

Para aceder a outras características do Bit Map, como sejam as definições, gestão de mapas e rotas o utilizador deve tocar no botão “…”.

O utilizador ganha acesso ao gestor de mapas, bem como a uma nova barra de ferramentas na base da janela.

O último dos botões da barra de ferramentas permite ao utilizador aceder à janela de definições. Através dela é possível alterar o comportamento do Bit Map.



TRILHO DO ESPORÃO À CABREIRA – GÓIS by Parola Gonçalves
18/11/2010, 18:49
Filed under: PASSEIOS E AFINS, TRACKS - TRAJECTOS

Boas.

Um percuros curto, mas aliciante, principalmente nesta altura do ano.

Se o Rio Ceira tiver um grande caudal, opte por subir em direcção a Folgosa e depois seguir o Trilho para Tarrastal e Cabreira de acordo com o que se vê na imagem do Google.

Trajecto AQUI.

Tenham em atenção que a passagem do Rio Ceira é problemática com maior caudal. Nas fotos pode ver-se o Defender SAvimbi, com água por cima do capot.

Inté

Comentários Desativados em TRILHO DO ESPORÃO À CABREIRA – GÓIS


CAMPINGS DU MAROC e MAURITANIE, 2011-2012- J. Gandini by Parola Gonçalves
18/11/2010, 10:16
Filed under: MARROCOS

Boas.

Já está disponível o novo livro de J. Gandini, sobre “Campings du Maroc e Mautitanie, 2011-2010”.

É um excelente livro, com novo grafismo e apresentação. É de fácil leitura e está dividido por 9 zonas:

  • La côte Méditerrnéene
  • La côte Atlantique Nord
  • Le Centre et le Moyen Atlas
  • La côte Atlantique Sud
  • Marralech et le Haut Atlas
  • Ouarzazate et les Grandes Vallées
  • Du Sud de L’Oriental á L’Erg Chebbi
  • Le Sud d’Agadir et L’Anti-Atlas
  • L’Extrême-Sud

Tem uma introdução com conselhos com cerca de 80 páginas e a nálise dos Camping’s é feita com os seguintes parametros:

  • Acessos e coordenadas GPS
  • Contactos
  • Descritivo do Camping
  • Sanitários
  • Preços
  • Comentários crítico
  • Categoria ou classificação

A categoria ou classificação de cada Camping está assim ordenada:

  • Recommandé – a mais usual, indica que o Camping, se aproxima das normas europeias;
  • Très Correct – tem algumas das condições, nomeadamente piscina com tratamento;
  • Correct – o que se designa como Camping de época de verão, estando quase ao abandono na época estival;
  • A Peine Correct – está num local deslumbrante, mas faltam-lhe as restantes condições sanitárias;
  • D.A. – abandonado ou em estádo decrépito;
  • Coup de Couer – um Campig sempre recommandé;
  • A suivre – Em obras ou renovação;
  • Hors categorie – bons em locais inóspitos;

Fica mais este nosso contributo, com a indicação de uma boa proposta.

http://www.extrem-sud.com

Inté



GRANDE TRAVESSIA – DA LOUSÃ À EMBALSE DE ALCÁNTARA by Parola Gonçalves
16/11/2010, 17:05
Filed under: PASSEIOS E AFINS

Boas.

Durante o mês de Dezembro, vamos fazer durante 4 ou 5 dias o reconhecimento da Grande Travessia da Lousã à Embalse de Alcántara, em Espanha, no Rio Tejo. Vamos aproveitar um dos feriados de Dezembro para reconhecer o percurso, que será feito por Parola Gonçalves e Paulo Bré, em Autonomia Total, pese embora as condições climatéricas que vão encontrar.

Vamos procurar os melhores percursos, as melhores paisagens e as melhores condições para acampar, já que prevemos o mês de Janeiro, como data mais provável para a Grande Travessia. Vamos apostar, que o percurso se desenrole todo em terra, tendo para isso o valioso apoio dos Mapas Topo Lusitânia.

Prevemos fazer cerca de 300 Km’s, até Alcántara.

Fiquem aguardar por mais pormenores.

Inté

Comentários Desativados em GRANDE TRAVESSIA – DA LOUSÃ À EMBALSE DE ALCÁNTARA


ENCONTRO DOS CASTANHEIROS 2010 – FOTOS (3) by Parola Gonçalves
15/11/2010, 22:47
Filed under: PASSEIOS E AFINS

Boas.

Fotos AQUI

Fotos, AQUI

Fotos AQUI.

Fotos AQUI.

Inté.




%d bloggers like this: