Land Lousã


Bit Map: Navegação 4×4 em iPhone ou iPad (Parte III – operações básicas) by joaocarloscardoso
19/11/2010, 17:33
Filed under: CARTOGRAFIA, LANDLOUSÃ, OZIEXPLORER/COMPEGPS

O Bit Map é um programa que utiliza imagens em formato digital (tipo raster) como mapas, permitindo a navegação, a visualização de dados do GPS, a criação de rotas e pontos de passagem (waypoints).

Neste último artigo iremos precisamente explorar operações sobre mapas, rotas e pontos de passagem (waypoints).

Mapas.

O Bit Map tem um interface muito simples e é quase todo ele ocupado pela área dedicada à visualização e manipulação do mapa. No topo e na base da janela encontram-se duas barras de ferramentas, cujos elementos permitem ao utilizador gerir as propriedades do mapa a visualizar.

Aquelas barras desaparecem ao fim de 5 segundos de modo a que o mapa ocupe todo o ecrã do dispositivo iOS. Para voltarem a aparecer basta tocar no ecrã.

Ao nível dos mapas é possível realizar as seguintes operações:

  • Deslocação no mapa;
  • Ampliação do mapa;
  • Deslocação entre mapas;
  • Obter a posição em tempo real sobre o mapa.

 

É possível ao utilizador deslocar-se pelo mapa. Basta tocar o ecrã e, mantendo-o pressionado, arrastar a imagem de modo a posicionar-se na área do mapa pretendida.

A ampliação do mapa pode ser obtida directamente através de acções de “pinching” ou “beliscão”, próprias do iOS. O duplo toque com um dedo amplia para o dobro (2x) e com dois dedos reduz para metade. Se o utilizador tocar três vezes no ecrã o mapa volta à escala por omissão.

Caso o utilizador proceda a uma ampliação do mapa superior a 4x, o Bit Map inicia automaticamente a procura de mapa mais detalhado para a área visualizada. No entanto, o utilizador dispõe sempre da possibilidade de controlar tal deslocação entre mapas armazenados no dispositivo iOS. Esta é a função dos botões da barra de ferramentas que ocupa o topo do ecrã:

Permitem ao utilizador deslocar-se para o mapa seguinte ou anterior

Activam a procura de um mapa mais ou menos detalhado para a área visualizada.

Adicionalmente, é possível seleccionar o mapa a visualizar através do gestor de mapas.

O Bit Map permite ainda identificar a posição em movimento, sobre um mapa. Esta opção é de importância especial porque permite que, quando o utilizador navega ligado ao GPS, possa ter em tempo real a posição do nosso 4×4 sobre o mapa ou carta militar.

A localização corrente é dada através do seguinte símbolo:

A função de marcação da posição em movimento, sobre um mapa, é activada e desactivada na barra de ferramentas que ocupa a base da janela. Mais especificamente pelo seguinte botão:

 Uma vez activa a função:

  • A posição actual ocupa o centro do ecrã e o mapa desloca-se automaticamente;
  • É pesquisado um novo mapa sempre que  a posição se mover para o limite do mapa corrente e em visualização;
  • A entrada em modo de suspensão é desligada (caso o dispositivo esteja ligado a uma fonte externa de alimentação.

 

Pontos de passagem (waypoints) e rotas.

O Bit Map permite criar pontos de passagem (locais de interesse registados e armazenadas no dispostivo). Estes podem ser organizados como rotas (sequência de pontos de passagem intermédios que conduzem a um destino).

Assim, se a rota é armazenada como um conjunto de pontos de passagem, a rota activa designa a rota em que será adicionado um novo ponto de passagem. No Bit Map a rota activa assume o “papel” que noutros sistemas, como o OziExplorer, tem o “track log”: o armazenamento automático (ou log) dos pontos de localização fornecidos pelo receptor GPS à medida que o utilizador se desloca.

É possível criar rapidamente um ponto de passagem, utilizando para tal a barra de ferramentas que ocupa a base do ecrã.

Premindo o botão com a forma de um pionés é capturada a localização corrente. O ponto de passagem é adicionado à rota activa e as suas propriedades podem ser editadas na janela que entretanto surge ao utilizador. É popossívelde preencher o nome e a descrição do ponto,mas também editar manualmente as coordenadas.

O ponto de passagem aparece no mapa como uma mira, complementado pelo nome.

Através do botão com a forma de três pioneses é possível activar/desactivar a função de armazenamento automático (log) dos pontos de localização fornecidos pelo receptor GPS à medida que o utilizador se desloca. O tempo e a distância máxima que deverão existir até um ponto ser armazenado são especificados na janela relativa às definições.

Gerir rotas

A partir do botão “•••” que se encontra no topo da barra de ferramentas o utilizador tem acesso à barra de definições, gestão de mapas e rotas. Tocando no botão “Routes”, é aberto o gestor de rotas, onde aparecem listadas as rotas armazenadas no Bit Map.

A designação daquela que é a rota activa ocupa o cabeçalho da lista. Para além disso é listado com um fundo cinza e as letras a amarelo, cor que, de resto, é utilizada para representar os pontos que a compõem no mapa.

As rotas visíveis têm como cor de fundo a cor que é utilizada para representar os pontos no mapa. Rotas não visíveis no mapa são listadas com um fundo de cor branca.

Para seleccionar uma rota como a rota activa basta tocar no botão “>” localizado próximo do nome da rota e, ao nível da janela de propriedades da rota tocar, primeiro, no botão “Activate” e depois, de modo a confirmar a acção, em “Done”.

O controlo da visualização da rota no mapa é também intuitivo. Basta tocar na mesma para que o estado de visualização se altere: aquela ficará sucessivamente com um fundo branco (invisível) ou colorido (visível).

No topo do gestor de rotas está localizada uma barra de ferramentas que permite ao utilizador:

Bloquear a edição das rotas;

Criar uma nova rota;

Enviar as rotas (formato .KML) por email;

A importação e instalação de novas rotas tem um processo idêntico ao descrito para os mapas.

 

Pesquisar pontos de passagem e rotas

Através do botão com a forma de lupa, localizado na barra de ferramentas do mapa é possível pesquisar pontos de passagem e rotas pelo nome. O resultado pode depois ser exibido no mapa.

Definições

Para aceder a outras características do Bit Map, como sejam as definições, gestão de mapas e rotas o utilizador deve tocar no botão “…”.

O utilizador ganha acesso ao gestor de mapas, bem como a uma nova barra de ferramentas na base da janela.

O último dos botões da barra de ferramentas permite ao utilizador aceder à janela de definições. Através dela é possível alterar o comportamento do Bit Map.

Anúncios

2 comentários

SR. PARÓLA faça mais um jogo de futebol em olho marinho com as crianças.

Comentar por samuel

Boas.
Vamos programar o jogo dia 12 no almoço de natal.
Inté

Comentar por Parola Gonçalves




Os comentários estão fechados.