Land Lousã


OruxMaps: Navegação 4×4 em Android (Parte III – Mapas online) by joaocarloscardoso
25/01/2011, 23:43
Filed under: CARTOGRAFIA

O OruxMaps permite descarregar e visualizar mapas em tempo real, a partir de fontes online como o Google Maps ou o Microsoft Bing Maps.

Possui ainda a capacidade de descarregar e armazenar tais imagens de modo a que possam ser visualizadas em locais sem conexões de dados presentes, como uma rede celular de telemóvel ou uma rede WIFI.

No ecrã de abertura do OruxMaps o utilizador tem, desde logo, a possibilidade de aceder aos mapas online.

O último mapa online em que o utilizador navegou é carregado por omissão, bem como o nível de ampliação seleccionado.

Podemos ver aqui um mapa da zona da Lousã a partir da fonte Google:

Para seleccionar um novo mapa pode ser utilizado o botão , disponível na barra de botões, ou Menu > Maps. Ambas as opções dão acesso à lista de mapas.

Nesta lista estão disponíveis cerca de trinta mapas, com coberturas geográficas diferentes. Caso seja seleccionado um mapa sem cobertura para a localização corrente é obtida uma imagem em branco no ecrã.

A lista de mapas online pode ser enriquecida através da adição de mapas que cumpram a norma WMS (Web Map Service, protocolo aberto originalmente desenvolvido pelo Geospatial Consortium e que tem como objectivo a disponibilização de imagens geo-referenciadas sobre canal Internet e a partir de bases de dados GIS).

Em Portugal, o Instituto Geográfico Português (IGP) através do serviço m@pas online disponibiliza ao gratuitamente  um conjunto de serviços de dados geográficos de acordo com os padrões do Open GeoSpatial Consortium, Web Map Service (WMS) e Web Feature Service (WFS). Através deste serviço  é possível visualizar:

  • Carta Administrativa Oficial de Portugal – CAOP2010,
  • Carta de Risco de Incêndio Florestal (CRIF),
  • Carta de Portugal 1:500 000,
  • Carta de Portugal 1:200 000,
  • Carta de Portugal 1:100 000,
  • Carta de Portugal 1:50 000,
  • Ortofotomapas e
  • Planos de voo da Fototeca .

 

Estes serviços podem ser acedidos a partir de http://mapas.igeo.pt/

Para usar WMS com OruxMaps deveremos instalar na pasta  “oruxmaps/mapfiles” um ficheiro no formato XML (wms_services.xml) com as definições dos serviços a aceder.

É editável, de modo a receber novos wms. Para tal o utilizador necessita de:

  • Especificar o URL do wms,
  • Definir um ID único,
  • Determinar os níveis de ampliação a consultar,
  • Especificar as camadas a visualizar,
  • Formato da imagem a pedir ao servidor.

 

O OruxMaps descarrega e armazena automaticamente na memória do dispositivo Android os mapas por onde o utilizador se desloca, de modo a não ter que descarregar os dados de novo.

Os dados guardados em cache ficam, pois, disponíveis para serem utilizados offline.

Por omissão o OruxMaps define uma cache com a dimensão mínima de 256Mb e a dimensão máxima de  512Mb. Tais valores podem ser ajustados pelo utilizador. Basta aceder à secção Settings > Map Online.

Em OruxMaps, a cache traduz-se num ficheiro (OruxMapsCacheImages.db), armazenado na pasta “oruxmaps/mapfiles”.

Para além do recurso à cache, o utilizador pode ainda criar directa e de forma integrada conjuntos de mapas offline a partir de fontes online. Utiliza um gerador interno e deve ser utilizado apenas quando se possui uma boa conexão WIFI, dado o peso que tais mapas apresentam.

Estes mapas offline serão armazenados na pasta “oruxmaps/mapfiles” do cartão de memória.

Trata-se de uma opção que tem a vantagem de permitir ao utilizador especificar a área geográfica e os níveis de ampliação a descarregar e a armazenar.

Seleccionada a fonte (mapa online), o utilizador pode dar início ao processo através de Menu > Tools  > Map Creator.

Não se trata de um método flexível já que obriga à especificação dos limites latitude/longitude sob a forma de valor e não de modo geográfico, bem como dos níveis de ampliação.

A selecção de níveis de ampliação superiores requer mais espaço, algo que o OruxMaps vai informando. O máximo permitido é de 2Gb.

Definida a área de uma mapa a criar temos que atribuir-lhe um nome. Este é armazenado junto de outros mapas offline e acede-se do mesmo modo que aqueles.

Anúncios
Comentários Desativados em OruxMaps: Navegação 4×4 em Android (Parte III – Mapas online)





Os comentários estão fechados.