Land Lousã


GeoSetter: georreferenciar fotos by joaocarloscardoso
16/10/2011, 17:57
Filed under: CARTOGRAFIA

Agora que o Encontro Nacional Defender se aproxima nada melhor que podermos georreferenciar as fotos tiradas durantes os passeios do evento.

Existe hoje um conjunto razoável de aplicações que permitem georreferenciar as fotos tiradas durante os nossos passeios (geotagging). Quer isto dizer que poderemos mostrar num mapa onde foram tiradas as fotografias.

O geotagging é, assim, uma forma de sincronizar os dados obtidos através de um receptor GPS com as fotografias tiradas num determinado local, através de uma aplicação informática. Trata-se de um processo que incorpora no cabeçalho EXIF da foto a localização geográfica, manualmente ou por meio de sincronização data/hora como um ficheiro de trajecto percorrido (track log file).

Um aspecto prévio e importante é o da sincronização de relógios. O utilizador deve assim ajustar o relógio da máquina fotográfica com aquele do receptor GPS. Por exemplo, no Garmin 60CSx acede-se ao relógio pressionando-se duas vezes a tecla “Menu”.

Assegure-se ainda que o trajecto efectuado (track log) é efectivamente aramazenado. Alguns receptores, como é o caso do Garmin 60CSx, permitem que o armazenamento do trajecto se faça no cartão de memória. Esta é a melhor opção uma vez que é criado automaticamente um ficheiro (log file) por cada dia.

GeoSetter é uma aplicação de uso livre e pode ser descarregada a partir da seguinte hiperligação:
http://www.geosetter.de/en/download/

Entre as funcionalidades mais interessantes temos:

1. Um interface bem construído que permite exibir e as fotos e os mapas (requer conexão à Internet);

2. Georreferenciar automático das fotos a partir de ficheiros nos formatos GPX, NMEA ou PLT, com a possibilidade de ajustar o fuso horário e definir tolerância de hora. Assim,
o Seleccione as fotos que pretende,
o Aceda ao menu “Imagens” e invoque o comando “Sincronizar com os ficheiros de dados GPS…”,
o Seleccione a opção Sincronizar ficheiro de dados e abra o ficheiro que contém o trajecto efectuado,
o Finalize acedendo ao comando “Gravar alterações”, disponível no menu “Imagens”.

3. Exibir do trajecto e dos pontos de controlo das imagens numa janela contendo o Google Maps

4. Busca automática da localização geográfica da foto, como seja o nome da localidade mais próxima;

5. Edição dos cabeçalhos das fotos, quer o que inclui os dados geográficos (EXIF), como o que inclui fonte e descrição (IPTC), ou até categoria e descritores;

6. Georreferenciar manual de uma foto, através da criação de um ponto de controlo de imagem no Google Maps e sua associação à foto;

7. Exportar das fotos selecionadas, bem como do ficheiro de trajecto, para um ficheiro KML/KMZ, o qual pode depois ser aberto no Google Earth.

Anúncios

4 comentários

Boas.
Efectivamente o Garmin 60 CSx, tem essa particularidade, o que permite gravar o track com o pormenor que nós queremos. No meu caso tenho a gravar de 2 em 2″ oq ue dáum pormenor excepcional (Thanks Leonel, pela dica).
Este post vem facilitar saber onde fizemos a foto.
Inté

Comentar por Parola Gonçalves

Boas,

Não consegui encontrar o vosso contacto, por isso envio por aqui:

Para quando um Workshop Sobre Mecânica Land Rover Defender Td5?

Comprei há pouco um Defender Soft Top de 2004 e gostaria imenso de aprender mais sobre ele.

Cumprimentos,

Tiago.

Comentar por Tiago Lourenço

atrevo-me a responder, este fds está a decorrer o Encontro Nacional de Defender, lá aprende-se tudo 🙂 estou quase de saída para lá..

abr

Comentar por Luis Vidal

Ok, já encontrei… sorry…

Vou enviar pela via correcta.

Tiago.

Comentar por Tiago Lourenço




Os comentários estão fechados.