Land Lousã


OziDroid 1.09 beta: Nova versão de OziExplorer para plataformas Android (Parte 3) by joaocarloscardoso
27/12/2011, 12:31
Filed under: OZIDROID

Uma das características básicas do OziDroid é a sua capacidade de exibir e organizar a informação em páginas.

O utilizador pode navegar entre páginas utilizando os seguintes botões da  Barra de Ferramentas Principal:

As páginas podem ainda ser trocadas ao realizarmos a acção de deslizar (swiping) junto à base do ecrã.

O seu número e aspecto podem variar em função da dimensão dos ecrãs suportadas pelos dispositivos Android, bem como pela orientação (vertical/horizontal).

Algumas destas páginas podem ainda apresentar botões de controlo dos níveis de ampliação do mapa (Zoom In e Zoom Out), orientação e rotação do mapa (North Up /Course Up)

Não obstante ser possível ao utilizador construir as suas próprias páginas (através da ferramenta “OziExplorer Android Screen Designer“) existem 9 páginas, as quais damos conta a seguir:

Página 1: Main Map

Apenas apresenta o mapa, a barra de comandos (encostada à direita do ecrã) e as indicações relativas à velocidade e nível de ampliação correntes.

Página 2: Moving Map

Página que apresenta o símbolo de marcação da localização corrente (configurável) centrado no mapa, bem como informação posicional recebida pelo GPS (número de satélites e estado recepção, valores de degradação da posição horizontal ou HDOP, velocidade, direcção e altitude).

Página 3: Odometer

Página onde são exibidos odómetros. Estes módulos destinados a medir distâncias percorridas dispõem de botões início/paragem e reset autónomos.

Página 4: Waypoint Navigation

Página orientada à navegação por pontos de passagem (waypoints). Nesta são visualizados os seguintes atributos:

  • Nome do ponto de passagem;
  • Distância e direcção para o ponto de passagem;
  • ETE (estimated time enroute) e ETA (estimated time of arrival);
  • Lista de pontos de passagem mais próximos da posição corrente, ordenada de forma crescente e de acordo com o critério distância (onde, à medida que nos aproximamos de um ou mais pontos, tomam a cor verde);
  • Botões para cancelar navegação, esconder ou exibir a lista de pontos de passagem mais próximos.

Página 5: Route Navigation

Página orientada à navegação por rotas (routes). Nesta são visualizados os seguintes atributos:

  • Nome da rota;
  • Distância em falta;
  • ETE (estimated time enroute) e ETA (estimated time of arrival);
  • Próximo ponto de passagem ( o utilizador pode saltar um ponto carregando em Next), distância, orientação,  ETE e ETA para o ponto de passagem;
  • Lista de pontos de passagem  mais próximos da posição corrente, ordenada de forma crescente e de acordo com o critério distância (onde, à medida que nos aproximamos de um ou mais pontos, tomam a cor verde);
  • Botões para carregar uma rota, iniciar (forward) ou cancelar a navegação, inverter a rota (reverse) seconder ou exibir a lista de pontos de passagem mais próximos.

Página 6: Compass

Apresenta a bússola e um conjunto de atributos, tais como:

  • VMG (velocity make good, ou o progresso que estamos a realizar em direcção ao nosso destino);
  • XTE (crosstrack error, ou a distância a que estamos do trajecto desejável);
  • Direcção para o ponto de passagem;
  • Parâmetro ETA da rota;
  • Parâmetro ETE do ponto de passagem;
  • A bússola exibe o rumo corrente (triângulo azul), azimute (seta verde) para o próximo ponto de passagem  (cor laranja).

Os dados relativos aos parâmetros ETE (estimated time enroute) e ETA (estimated time of arrival) são obtidos com base numa estimativa da velocidade a que nos deslocamos em direcção ao destino. Usam, pois, para o cálculo o parâmetro VMG. Este, por sua vez, surge entre o meio náutico e refere-se à velocidade que um meio toma na linha de rumo entre o ponto de partida ou a nossa posição corrente e o destino. Sucede que um barco à vela frequentemente não navega directamente para a marca mas antes para um ponto de navegação que optimiza a velocidade. Acontece-nos algo similar quando viajamos de carro, pois, não podemos escolher uma linha recta rumo ao ponto de destino.

Já o parâmetro XTE/XTK (crosstrack error) mostra-nos a distância a que estamos do trajecto desejável para o destino.  O OziDroid irá mostrar assim quão longe fomos “empurrados” do trajecto desejável.

Boas discussões sobre estes aspectos podem ser encontradas nas hiperligações que se seguem:

http://www.oceansail.co.uk/Articles/VMGArticle.html

http://slsailing.com/blog/2010/01/17/vmg-demystified/

Página 7: Information

Página  com dados sobre:

  • Data/ hora;
  • Nascer e pôr do Sol;
  • Estado da memória do dispositivo Android;
  • Velocidade (corrente, média e maxima);
  • Aceleração;
  • Altitude e velocidade ascensional (climb rate).

Página 8: Profiles

Página que exibe os perfis de elevação e velocidade, ajudando-nos a analisar uma rota ou um caminho, em termos de extensão, progressão e desnível.

Página 9: GPS Satellites

Página com informação sobre o estado de recepção de dados dos satélites:

  • Gráficos com os satélites captados e força do sinal;
  • Número de satélites utilizados para fornecer ao utilizador dados precisos sobre a sua posição;
  • HDOP (degradação da posição horizontal).

O termo DOP, ou degração da precisão, é um factor que representa numericamente a qualidade da configuração geométrica dos satélites “visíveis”. Se estiverem muito juntos o DOP será mau (valor alto), se estiverem muito afastados o DOP será bom (valor baixo). Os satélites formam um triângulo sobre a posição horizontal do utilizador. Quanto maior for este triângulo melhor o receptor GPS poderá calcular a posição horizontal corrente, uma vez que os satélites fornecem medidas de frente, trás e lado. Por seu lado, satélites agrupados num triângulo mais pequeno e por cima do receptor produzem medidas menos precisas, uma vez que a distância de medição também varia menos.

DOP é uma designação genérica e, com base nela, é possível construir factores mais específicos:

  • PDOP (Position DOP) = HDOP (Horizontal DOP) + VDOP (Vertical DOP)
  • GDOP (Geometric DOP) = PDOP + TDOP (Time DOP)

Os receptores GPS seleccionam entre os satélites “visíveis” aqueles cuja configuração geométrica relativa apresenta o melhor DOP. Daí que, quantos mais satélites estiverem em “linha de vista” com o nosso receptor, maior será a precisão.

Em termos de HDOP um valor inferior a 4 é considerado bom e superior a 8 mau.

O último artigo dedicado a esta versão do OziDroid centra-se na configuração da aplicação para navegação.

Anúncios
Comentários Desativados em OziDroid 1.09 beta: Nova versão de OziExplorer para plataformas Android (Parte 3)





Os comentários estão fechados.